Claudia Adriasola

Diretora de Operações, América Latina

Claudia Adriasola é diretora de operações da Burson-Marsteller América Latina. Claudia atuou anteriormente como chefe do escritório no México da Burson-Marsteller, desde janeiro de 2006. Ela ingressou na empresa em 1997 como Assuntos Corporativos e Públicos, e Finanças, em 2001, e possui uma vasta experiência na assessoria a corporações nacionais e multinacionais e instituições governamentais, em assuntos públicos e posicionamento corporativo. Em seus 10 anos na Burson-Marsteller, o trabalho de Claudia com clientes incluiu empresas internacionais, como a Microsoft, Lockheed Martin, Ford, EMC, Nestlé, McKinsey, Thames Water e Allergan, entre outras. Suas áreas de especialização incluem consultoria estratégica, gestão de crises, questões de regulação, relações com investidores e comunicações ambientais prestados aos clientes dos setores de alimentos, serviços públicos, saúde, comunicações, entretenimento e mineração, bem como organizações não governamentais.

Através de seu trabalho, no Chile e no México, Claudia prestou consultoria para clientes no setor florestal e madeireiro, energia e eletricidade, mineração, entre outros, sobre questões de responsabilidade corporativa em relação a meio ambiente, sustentabilidade, mão de obra e assuntos da comunidade, seja através do desenvolvimento de programas de Responsabilidade Social Corporativa, da participação em planos de desenvolvimento comunitário e integração na comunidade.  Para a Coca-Cola, Claudia facilitou a criação e implementação de uma parceria entre duas das iniciativas regionais, a Acción Planeta e Movimiento Bienestar, para enfrentar questões ambientais e problemas de obesidade na América Latina. Para as empresas de energia e da eletricidade, Claudia desenvolveu integração com a comunidade e com públicos de interesse globais e trabalhou na criação, desenvolvimento e implementação de programas de Responsabilidade Social Corporativa.

Sua experiência com clientes inclui também a promoção da marca Chile e produtos chilenos para o ProChile na Europa e Ásia, a promoção e a defesa do salmão chileno nos Estados Unidos, no caso de acusação de dumping. Ela apoiou a Associação de Produtos de Petróleo (Promosol), a Câmara da Indústria Farmacêutica e o órgão equivalente nos EUA, Pharma, na aprovação de uma lei que protege a propriedade intelectual.

Claudia tem 20 anos de experiência em jornalismo e comunicação em mídias diversificadas, incluindo televisão e comunicações corporativas. Antes de ingressar na Burson-Marsteller,  Claudia liderou o Departamento de Comunicação do National Women’s Service, uma agência do governo chileno dedicada ao avanço das mulheres.